Transformação Digital

Na era da transformação digital, sua empresa também aposta no fator humano?

23/09/2019

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

À medida que as tecnologias ganham espaço nas empresas, é essencial preparar força de trabalho para as mudanças trazidas pela transformação digital.

Inteligência Artificial, Machine Learning e Automação Robótica de Processos (RPA, em inglês). Essas são algumas tecnologias emergentes que impulsionam a transformação digital nas empresas.

As empresas olham cada vez mais para essas inovações (em busca de novas oportunidades de negócios), mas como elas preparam os colaboradores para uma nova era de interação homem-máquina?

FIQUE POR DENTRO: Por que sua empresa deve investir em inovação?

Uma pesquisa da empresa de auditoria e consultoria Deloitte afirma que, enquanto as empresas constroem a organização do futuro, o aprendizado contínuo dos C-Level e de outros colaboradores é fundamental para o sucesso dos negócios.

Até porque a transformação digital tem exigido atualização constante. A pesquisa mostra que engenheiros de software precisam desenvolver habilidades a cada 12 a 18 meses. Profissionais de marketing, vendas, manufatura, direito, contabilidade e finanças ouvidos pela Deloitte também afirmaram passar por uma demanda de atualização similar.

FIQUE POR DENTRO: 3 perguntas sobre a corrida pela inovação

2 dicas para impulsionar o fator humano na transformação digital

A transformação digital tem trazido otimismo aos C-Level das empresas brasileiras. Mas inovar é também investir no fator humano para garantir o sucesso e a continuidade dos projetos que a companhia espera lançar para se manter competitiva no mercado.

Se sua empresa já investe em tecnologias, mas ainda encontra barreiras em desenvolver ou encontrar talentos que vão impulsionar a inovação, essas três dicas baseadas num artigo do site CIO irão te ajudar na jornada de transformação:

1. Promova treinamentos de habilidades

Não basta apenas usar tecnologias para automatizar o trabalho repetitivo quando elas vão moldar muitos empregos. Os C-Level têm a responsabilidade de preparar proativamente os funcionários para as habilidades do futuro.

Esses funcionários devem aproveitar os recursos oferecidos pelas empresas para buscar ativamente novas habilidades e preparar suas carreiras para o que a transformação digital exige.

Se sua empresa precisa criar componentes escaláveis para implementá-los em todas as áreas, é possível treinar um engenheiro de software, que escreve código Java, para se tornar um engenheiro de serviços, por exemplo.

Realizar bootcamps (cursos baseados na prática do desenvolvimento de um projeto ligado à tecnologia) pode ser uma opção inicial para oferecer treinamentos a um funcionário de nível básico em programação ou codificação.

2. O aprendizado contínuo deve ser em todas as etapas

Criar um ambiente em que os funcionários sejam apoiados em sua jornada de aprendizado contínuo é essencial. Quando o aprendizado é contínuo, os colaboradores conseguem entender as novas tecnologias e como elas impactam os negócios para adaptá-las ao que a empresa quer.

Essa adaptação é uma maneira ágil de trabalhar, testar e inovar os projetos de transformação digital, que vão trazer habilidades como:

  • Persuasão;
  • Resolução de problemas;
  • Colaboração;
  • Inteligência emocional.

Promover uma cultura de aprendizado é fundamental para estimular a inovação e a solução criativa de problemas. A dica é investir em treinamento de liderança para funcionários iniciantes e executivos seniores.

Principais destaques desta matéria:

  • Transformação digital exige investimento também em fator humano;
  • Novas tecnologias pedem também novas habilidades dos colaboradores;
  • Listamos 3 dicas para treinar seus funcionários e apoiá-los na jornada digital dos seus negócios.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *