Transformação Digital

DevOps: como ter sucesso com a metodologia na sua empresa?

11/01/2021

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

DevOps tem sido fator de transformação digital, mas ainda é preciso atenção enquanto metodologia ganha maturidade nas empresas.

Muitas empresas criaram novos modelos de negócio ao longo de 2020. Muitas também impulsionaram suas estratégias de transformação digital e o DevOps foi um dos responsáveis por isso.

FIQUE POR DENTRO: O que você precisa saber sobre desenvolvimento ágil

A metodologia, que até então era comum em startups, passou a estar mais presentes em empresas de todos os portes. Os motivos? Aumento da concorrência e na busca em criar uma melhor experiência do cliente com novos aplicativos e recursos.

Mas, como qualquer outra inovação adotada nas empresas, é preciso observar o cenário para entender como criar maturidade e gerar bons resultados. Uma empresa de software, por exemplo, sentiu uma mudança drástica desde que adotou DevOps.

Em entrevista ao site InformationWeek, Rick Slade, arquiteto executivo de soluções DevOps na Compuware, explicou que houve: “entrega duas vezes maior da quantidade de código, identificação 25% maior de erros e redução no número de falhas após o lançamento de um app.”

Porém, essa conquista com a metodologia só foi possível depois do time de Slade avaliar os erros e acertos da prática no cotidiano da equipe de desenvolvedores. Se sua empresa também já adotou ou pensa em adotar o DevOps, confira 5 erros comuns que podem ser uma barreira.

1. Falta de apoio da gestão

Antes de embarcar em qualquer iniciativa de DevOps, é necessário a adesão dos líderes. Uma sugestão é, de início, explicar claramente o que é a metodologia: uma estratégia lógica e essencial para ser mais competitivo.

Essa definição da metodologia pode vir acompanhada com casos de uso do mundo real. Por exemplo, uma vantagem do DevOps é a melhor produtividade dos desenvolvedores quando o tempo e os recursos desperdiçados são erradicados do processo de entrega de software.

Criar esse compromisso é importante, porque as iniciativas de DevOps podem ser repletas de erros e contratempos no início da adoção. Por isso, é importante definir as expectativas para que os líderes não desanimem.

Eventualmente, eles perceberão que o sucesso do DevOps, embora não seja necessariamente rápido e automático, vale o tempo e o esforço.

2. Resistência à mudança

Como em todo o ambiente corporativo, possivelmente algumas pessoas do time vão se sentir confortáveis em permanecer com um projeto tradicional de desenvolvimento de software. Assim como os líderes, esses profissionais também devem ser integrados sobre a metodologia.

É importante explicar que o DevOps facilita muito do dia a dia: vai permitir que esses desenvolvedores entreguem valor aos clientes com mais rapidez e menos dores de cabeça, enfatizando a entrega incremental.

Outro ponto é que os líderes de todos os departamentos devem se envolver em treinamentos e encontros individuais semanais com seus funcionários para ajudar a fomentar essa cultura de inovação.

Além disso, é vital promover uma cultura em que todos os funcionários sejam incentivados a desenvolver e apresentar ideias – o ideal é que haja o mínimo de barreiras possível para as pessoas apresentarem novos conceitos excelentes.

Interações como essas ajudam a garantir uma abordagem mais ampla em toda a organização para adotar o DevOps, em vez de uma abordagem isolada entre departamentos e plataformas.

3. Usando métodos em cascata para implementar mudanças na entrega

Desenvolvedores mais tradicionais costumam ainda utilizar a metodologia em cascata. A abordagem, por sinal, ainda resiste em muitas empresas por seus rigorosos critérios de captura, documentação e governança.

Embora haja momentos em que a abordagem cascata pode ser apropriada, como os casos em que os clientes desejam ver um roteiro claro do produto ao longo de um determinado período de tempo, raramente é assim que o mundo funciona hoje.

As startups estão interrompendo os modelos de negócios tradicionais em uma velocidade vertiginosa, com aplicativos de software inovadores e de ponta sendo lançados rapidamente. Se uma organização deseja competir nesse cenário, ela não pode querer usar o modelo cascata para gerenciar e implementar métodos e recursos DevOps.

O uso de práticas Agile e DevOps ajudará a empresa a fazer uma transição para um modelo de entrega de software mais ágil e de qualidade superior. Com isso, quanto mais rápido um aplicativo fornecer novos recursos e funcionalidades, mais competitiva a organização será.

Portanto, é melhor não perder tempo usando a metodologia cascata para implementar o DevOps se seu objetivo final for produzir produtos de software que encantem os clientes, à frente da concorrência.

4. Adotando uma definição de sucesso “ou tudo ou nada”

O objetivo deve ser sempre o progresso, não a perfeição. Existem muitos recursos e capacidades que podem ser implementados em um aplicativo e que produzirão benefícios. Porém, a adição incremental resultará em produtividade e qualidade com mais rapidez no longo prazo.

Um exemplo são os testes automatizados, base para ser uma empresa digital autônoma. Além de aumentar a velocidade, quanto mais automatizado e mudar os testes, menor será a chance de erro humano. O que é crítico, pois o DevOps dá igual ênfase à velocidade e alta qualidade.

As principais prioridades para empresas digitais autônomas do futuro incluem desbloquear agilidade, escalabilidade, melhores experiências do cliente e despesas operacionais reduzidas. Todos esses são subprodutos adicionais de testes mais automatizados.

Além disso, se houver ineficiências em qualquer ponto do ciclo de vida de desenvolvimento de software, quaisquer ganhos de velocidade isolados não serão otimizados. Da mesma forma, se o lado operacional do DevOps possibilita implantação automatizada, tornando a entrega de código rápida, eficiente e confiável.

5. Foco limitado em testes automatizados

O teste é fundamental para a produção de software de alta qualidade e alto funcionamento. No entanto, métodos manuais sujeitos a erros estão ameaçando a qualidade, velocidade e eficiência dos lançamentos de software.

Em todos os tipos de plataforma, a necessidade de automatizar os testes é vital, conforme evidenciado por uma pesquisa recente da Vanson Bourne: 90% dos gerentes de desenvolvimento de aplicativos dizem que automatizar mais casos de teste pode ser o fator mais importante para seu sucesso, pois a pressão aumenta sobre a TI para acelerar inovação.

Além disso, 80% dos líderes de desenvolvimento de aplicativos entrevistados disseram que é inevitável que o código mal escrito irá entrar na esteira de produção, a menos que os testes possam automatizar mais casos de teste

Esta pesquisa confirma o que as equipes já sabem: as atuais abordagens manuais para teste são um gargalo. Testes mais automatizados em todas as plataformas e todos os estágios são a chave para evitar códigos com falhas na produção.

Tenha sucesso com a prática DevOps na sua empresa

DevOps bem-sucedidos podem ser um grande diferencial competitivo na economia digital. Portanto, se sua empresa caminha nessa jornada, é importante estar aberto para os erros e acertos na hora de entregar projetos baseados nesta metodologia.

Prestar atenção aos possíveis obstáculos contribuirá muito para manter as entregas no caminho certo. Além disso, buscar consultorias de DevOps pode contribuir para fomentar a cultura dentro da organização e também ganhar maturidade nos projetos com esse novo formato de entrega.

Principais destaques desta matéria

  • DevOps tem sido cada vez mais adotado dentro das empresas.
  • Porém, metodologia exige plano estratégico para que a adoção tenha sucesso.
  • Confira 5 erros que podem atrapalhar a entrega de projetos baseados nesta prática.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER