Trabalho remoto: como as soluções de segurança da Embratel podem lhe ajudar?

Trabalho remoto: como as soluções de segurança da Embratel podem lhe ajudar?

Saiba como manter as informações da sua empresa sempre protegidas, principalmente durante a pandemia.

A pandemia do coronavírus trouxe uma preocupação quanto à proteção de dados. Com o aumento de tentativas de ataques, o momento é de ações preditivas e não reativas. E, para isso, conte com as soluções de segurança da Embratel para manter a continuidade do seu negócio.

Provavelmente, parte das suas operações tem funcionado no modelo home office. Embora existam inúmeras práticas de segurança, essa virada de chave brusca nas empresas pode gerar uma configuração com possíveis vulnerabilidades.

Até porque, da noite para o dia, foi preciso garantir infraestrutura de rede para comportar acessos fora do ambiente corporativo, configurar a VPN para os colaboradores acessarem os sistemas internos e mapear os dispositivos móveis que seriam usados no trabalho remoto.

Essas são só algumas de inúmeras tarefas que a equipe de TI precisou realizar desde as primeiras notificações do isolamento social aqui no Brasil. Mas, se a sua empresa começou essa jornada de transformação, será que as medidas de proteção de dados são suficientes?

Possivelmente não. Desde o início da pandemia, aumentou em 300% o número de ataques phishing contras as empresas. Já ataques DDoS tiveram um incremento de 67% durante a quarentena.

Esses dados, apresentados pela Embratel durante o Embratel Talks, webinar que discutiu segurança em tempos de coronavírus, mostram uma realidade para a qual muitas empresas ainda não estão prontas: a cibersegurança.

“Antes de comprar um serviço de segurança é preciso saber o que queremos proteger mais”, disse Jorge Rodríguez, diretor de serviços e segurança da Scitum/Telmex, parceira da Embratel em algumas soluções de segurança, durante o evento on-line.

Você sabe o que você quer ou precisa proteger?


Por que apostar nas soluções de segurança da Embratel?

Atualmente, as empresas precisam ampliar a segurança para além do ambiente corporativo. Devido ao coronavírus, 43% das empresas brasileiras adotaram o home office. No entanto, o trabalho remoto gera um aumento de portas de entrada, possibilitando ainda mais falhas de segurança.

Só que estamos diante de outra situação: a equipe de TI está reduzida ou também trabalhando de forma remota.

Essa dispersão facilita a invasão dos sistemas, porque esses profissionais precisam monitorar uma grande quantidade de dispositivos o tempo todo.

Aí é que as soluções de segurança da Embratel se alinham com o seu negócio. O portfólio (que vamos descrever nos próximos tópicos) possui diversas ferramentas de análise e mapeamento para antecipar ou proteger sua empresa de ataques.

São soluções apoiadas no modelo de gestão conhecido como Managed Security Service (MSS).

Isso significa que o time de especialistas da Embratel irá atuar de forma preventiva e proativa, numa escala 24 por 7. Assim, evitando que os negócios sejam prejudicados.

As principais ameaças para as empresas brasileiras

Todas as empresas sabem da importância de garantir a proteção de dados. Porém, muitas só tomam uma atitude depois que um incidente de segurança é descoberto.

Esse “depois” significa quase um ano, segundo o relatório Cost of a Data Breach Report 2019 da IBM.
O estudo trouxe ainda que:

  • O ciclo de vida global de um vazamento é de 279 dias (206 para identificá-lo e 73 para contê-lo).
  • O tempo que o Brasil leva para mitigar um ataque é de 361 dias (250 para identificá-lo e 111 para contê-lo).

Somado a isso, temos dados ainda mais preocupantes:

Ou seja, a segurança deve ser prioridade nos projetos da sua empresa, ainda mais quando o colaborador é o elo mais fraco.

Em abril de 2020, o volume médio diário de e-mails SPAM foi de 320,68 bilhões, contra 57,16 bilhões de e-mails legítimos, segundo a ferramenta Talos da Cisco.

Então, já imaginou quantos e-mails seus colaboradores recebem que podem conter um link malicioso ou URL para um site falso?

Neste blog post você confere um infográfico com algumas dicas para evitar cair em golpes SPAM.

Mas, a segurança dos dados vai além do colaborador, sua empresa precisa também estar atenta às ameaças cibernéticas que receberam destaque no último ano. As cinco principais são:

1. JS/Coinhive.A!tr

JS/Coinhive.A!tr é classificado como um Trojan e é capaz de estabelecer conexão de acesso remoto, capturar entrada do teclado, coletar informações do sistema, fazer download e upload de arquivos. Além disso, consegue ainda realizar ataques DDoS e executar e encerrar processos.

2. W32/Banito.B!tr.bdr

W32/Banito.B!tr.bdr é classificado como Trojan. Embora o malware tenha as mesmas atividades que o JS/Coinhive.A!tr, essa ameaça também tem propriedades de backdoor.

3. W32/Kryptik.GMMJ!tr

W32/Kryptik.GMMJ!tr é mais outra ameaça classificada como Trojan. Suas atividades criminosas são as mesmas do JS/Coinhive.A!tr.

4. Backdoor.DoublePulsar

O DoublePulsar foi revelado pelos vazamentos do Shadow Brokers, em março de 2017, e foi usado no ataque de ransomware WannaCry, em maio de 2017. Ele é capaz de conectar hosts remotos e executar ações contra o sistema comprometido.

5. SSL.Anonymous.Ciphers

Esta ameaça indica a detecção de negociação de cifras SSL anônimas. Os conjuntos de troca de chaves anônimas podem ter uma chance maior de ataques Man-in-the-middle, já que o serviço de criptografia de um tráfego não oferece meios de verificar a identidade do host remoto.

Quer saber mais como essas e outras soluções de segurança da Embratel vão proteger os dados da sua empresa durante a pandemia do coronavírus? Baixe gratuitamente nosso infográfico e descubra como elas podem responder as dores do momento.


Conte com as soluções de segurança da Embratel no dia a dia do seu negócio

Não há mais como negar que a segurança precisa de uma atenção dentro das empresas. A pandemia do coronavírus acelerou a transformação digital em diversos setores e a proteção de dados deve ser um dos core business das organizações.

Vamos pegar como exemplo o varejo. Com o aumento de acessos em lojas de e-commerce, as marcas não podem mais vender seus produtos e serviços sem as melhores práticas de segurança.

Enquanto isso, o trabalho remoto dessas e de empresas de inúmeros setores trouxe desafios complexos para a equipe de TI.

Somado a isso, as companhias precisam organizar bem o orçamento para evitar comprometer o caixa, resultando em queda de receita.

Nesse momento, as soluções de segurança da Embratel vão fazer toda a diferença para o seu negócio. Com as tecnologias mais atuais e um time de especialistas, a sua empresa estará pronta para qualquer tipo de atividade suspeita, evitando perda de receita e de reputação.

Repassando o que vimos nesse post

  • Pandemia do coronavírus exige um olhar mais atencioso em relação à segurança.
  • Números de ataques DDoS e phishing cresceram durante o período de quarentena.
  • Embratel possui portfólio de soluções de segurança para prevenir e mitigar ataques.
  • Descubra quais são as soluções de segurança da Embratel que vão fazer a diferença para o seu negócio em tempos de trabalho remoto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *