Segurança

Como a gestão de vulnerabilidades torna sua empresa proativa contra ameaças cibernéticas

26/07/2021

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Saiba como a Gestão de Vulnerabilidades da Embratel dá uma real dimensão acerca da proteção dos ativos de uma empresa e ajuda a mitigar os riscos cibernéticos

A sua empresa pode até achar que que a estratégia atual de segurança é suficiente para manter seus ativos protegidos de invasões e outros ataques cibernéticos,

No entanto, enquanto você lê este artigo, seis companhias acabaram de ser vítimas de algum ataque ransomware (6 ataques por minuto é a média desse tipo de ameaça). Bastam 60 segundos para que empresas de todo o globo sofram 648 ameaças cibernéticas (de qualquer tipo) ou terem 525 mil dados comprometidos.

Esses dados são de um infográfico divulgado pela RiskIQ, empresa de cibersegurança com sede em São Francisco (Estados Unidos). Com a licença poética da música “Um minuto para o fim do mundo”, da banda CPM22, a reputação da sua empresa pode ir embora em 60 segundos.

Ainda mais quando os esforços para mitigar ciberataques gastam tempo, pessoas e dinheiro para as empresas. O infográfico da RiskIQ mostra ainda que, por minuto:

  • o custo médio da violação de dados é de US$ 7.
  • as companhias têm mais de US$ 1 milhão em perdas devido aos incidentes de segurança.
  • US$ 280 mil são gastos em soluções preditivas de segurança.

E não espere que, em algum momento, esses números possam sofrer redução. Apesar de um dos grupos hackers mais proeminentes quando o assunto é ransomware, o REvil (Ransomware Evil), ter suas páginas indisponíveis na dark web, outros estão investindo fortemente no roubo de informações e criptografia dos dados.

Sete empresas brasileiras de grande porte tiveram dados vazados na dark web pelo grupo Mespinoza – deixando o Brasil em quarto lugar em número de vítimas. São organizações do governo, saúde, alta tecnologia, engenharia, varejo, bancos e finanças, segundo o site The Hack.

A importância de conhecer as vulnerabilidades da sua empresa

Empresa de nenhum setor está livre de incidentes. Ainda mais que, desde o início da pandemia, o número de ataques cibernéticos aumenta exponencialmente. Por outro lado, marcos regulatórios, como a LGPD e a GDPR pressionam as companhias a serem mais proativas no quesito cibersegurança.

Ano passado, por exemplo, a Cyrela – empresa do setor imobiliário – foi penalizada pela LGPD por compartilhar de forma indevida os dados pessoais e contatos da sua base de clientes. Ainda em 2020, USP, Marinha, Força Aérea e a Embraer tiveram seus dados vazados de alguma forma.

Todas essas instituições são passíveis de alguma punição – como explicamos no e-book “LGPD: a hora de se adequar” (baixe gratuitamente aqui). Porém, o que acontece quando uma pessoa física  possibilita um acesso indevido à empresa?

Se você não sabe como começar, provedores como a Embratel contam com soluções que ajudam a mapear, identificar e atestar que os ativos estejam em conformidade – independentemente se são próprios ou de fornecedores.

No próximo tópico, descubra como a Embratel pode te ajudar nessa jornada.

Gestão de Vulnerabilidades da Embratel transformando o seu negócio

A Gestão de Vulnerabilidades da Embratel é uma solução que fará sua empresa ter um comportamento mais ativo quanto às ameaças cibernéticas existentes. Isso porque a ferramenta fará análises recorrentes de ativos que possam sofrer algum tipo de invasão e talvez você nem saiba do risco.

Com essa varredura recorrente, é possível identificar possíveis brechas nos ativos contratados para evoluir constantemente a segurança deles. A vantagem é que seu negócio apresentará melhoria contínua da estratégia de segurança, mitigando o acesso não autorizado e furto dos dados.

Para levar praticidade ao seu negócio, a solução da Embratel foi desenvolvida na nuvem, possibilitando o acesso por meio de um portal em um navegador de internet. Isso significa redução de custos, já que não é preciso investir em licenças ou equipamentos.

A solução entrega relatórios gerados automaticamente após cada varredura permitindo que você tome a melhor decisão para mitigar os riscos dos ativos da sua empresa.

Tudo isso em um modelo as a Service, em que você pode contratar a solução para gerir a partir de 25 ativos, com a possibilidade de contratar uma equipe técnica e capacitada para recomendar os melhores caminhos para que sua empresa se mantenha atualizada das principais ameaças cibernéticas.

5 passos para você mitigar os riscos cibernéticos

Ter a Embratel como parceira de segurança para o seu negócio fornece algumas vantagens. A Gestão de Vulnerabilidades funciona em um curto intervalo de atividades. Ou seja, você consegue comparar a evolução das vulnerabilidades dos seus ativos.

Uma vez que a análise desses ativos ocorre em um ciclo personalizado, é possível identificar as ameaças com maior rapidez. Isso significa que o time de TI da sua empresa consegue agir em menor tempo para corrigir as vulnerabilidades encontradas.

Abaixo, explicamos as 5 etapas existentes na gestão de vulnerabilidade:

  • Etapa 1: A ferramenta realiza a varredura dos ativos para mapear possíveis vulnerabilidades.
  • Etapa 2: Identifica as vulnerabilidades do ambiente, além de apresentar o nível de risco e severidade que elas oferecem.
  • Etapa 3: A solução gera relatórios para planejar as alterações e possíveis regulamentações.
  • Etapa 4: A ferramenta permite gerenciamento e monitoramento das vulnerabilidades.
  • Etapa 5: A solução verifica se as correções foram aplicadas com a execução e uma nova análise.

E você pode até se perguntar: “o que seriam essas vulnerabilidades?”. A Gestão de Vulnerabilidades da Embratel vai identificar se os ativos usam algoritmos fracos de criptografia, possuem serviços, configurações e protocolos não seguros e se eles estão desatualizados.

Todo esse procedimento vale para diversos tipos de ambiente, para que você consiga trabalhar nas vulnerabilidades e mitigá-las antes que uma exploração não autorizada aconteça.

Conte com a Embratel para ficar à frente das ameaças

Exemplos de empresas vítimas de um ataque cibernético não faltam. E os hackers não buscam somente as de grande porte ou de um setor específico. Todos os negócios estão vulneráveis a uma invasão, independentemente do tamanho.

Mas a questão é saber se a sua empresa vai esperar para ver acontecer ou se já tomará as medidas para evitar perder reputação de marca, pagar multas previstas pelas leis ou perder uma fatia do mercado.

Se a segunda opção é o que você pensa, a Gestão de Vulnerabilidades da Embratel pode ser a solução ideal para o seu negócio. Toda a plataforma é intuitiva e especialistas estarão a postos para sanar possíveis dúvidas de como gerir os ativos da sua empresa.

Ainda mais que basta uma vulnerabilidade para que toda a empresa esteja comprometida. Para isso, o ataque só precisa ser bem-sucedido.

Principais destaques desta matéria

  • Gestão de Vulnerabilidades da Embratel identifica possíveis brechas que podem gerar acessos não autorizados.
  • Solução ajuda as empresas entenderem os riscos cibernéticos para que elas consigam mitigá-los.
  • Saiba mais a respeito da plataforma e como ela pode deixar sua empresa mais orientada à segurança.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER