Inteligência Artificial

Como uma montadora de carros usa IA e Machine Learning para gerar novos negócios

08/06/2021

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Durante o Futurecom Digital Series Industria, Angelo Figaro, CIO da Renault Nissan Mitsubishi, mostrou as iniciativas criadas com IA e Machine Learning.

Já imaginou dirigir um veículo que enviará uma notificação alertando o momento que uma revisão precisará ser feita? Essa é uma das realidades que a Renault Nissan Mitsubishi quer oferecer para os seus clientes – e aqui não são somente o final, mas fornecedores e concessionárias também.

São projetos que utilizam Inteligência Artificial e Machine Learning para conseguir “otimizar o processo fabril para cada vez mais buscar eficiência”, como disse Angelo Figaro, CIO da companhia, durante um painel no Futurecom Digital Series Industria.

FIQUE POR DENTRO: 4 setores que possuem maturidade com Inteligência Artificial

Olhando especificamente para a Indústria 4.0, o executivo destacou o uso condicional das tecnologias na predição do maquinário. “Nós produzimos um carro por minuto e cada minuto parado é potencialmente uma perda grande de eficiência e rentabilidade para a organização.”

Para otimizar o processo fabril, a Renault Nissan Mitsubishi adotou diversas tecnologias de captura de dados – como RFID e sensores LoRa (saiba mais aqui). Assim, os profissionais têm uma noção de quando o maquinário precisará de uma manutenção.

“A gente atua muito de forma condicional, em que o sensor avisa que uma trepidação ou um ruído é diferente do normal. Quando há um alerta, a gente atua dentro do período de manutenção estabelecido para consertar a máquina”, disse Figaro.

A barreira em ter uma predição mais assertiva, destacou o executivo, é o volume de dados. “É um tipo de operação que exige um grande histórico de dados, mas estamos gerando esse volume hoje para amanhã apontarmos qual é o problema de uma máquina e a melhor correção para ela.”

IA e Machine Learning para auxiliar na venda de automóveis

Outra iniciativa da montadora visa ajudar as concessionárias a manter um bom índice nas vendas de automóveis. Ainda mais que a companhia tem uma cadeia de três meses – em que “preciso saber hoje o que será produzido nos próximos 90 dias”, comentou Figaro.

Porém, como o próprio executivo ressaltou, há um desafio para as concessionárias porque elas não sabem o que vão vender na próxima semana. Então, a companhia desenvolveu um projeto baseado em IA e Machine Learning para dar insights para essas lojas.

Esse projeto começou há um ano e utiliza um histórico de cinco anos da companhia. “Recuperamos uma série de informações do mercado, utilizando 117 variáveis distintas. Começamos, então, a avaliar a influência dessas variáveis na quantidade de veículos que a gente tem para um período de três meses”, explicou.

Em resumo, o que a Renault Nissan Mitsubishi faz é dizer para cada concessionária qual veículo ela pode pedir mais e qual não deve ter tantas unidades no estoque, para criar um mix de produtos que vai auxiliar nas vendas. “Tivemos uma acurácia de 92% por concessionária”, revelou Figaro.

Outros projetos pensando no futuro

A Renault Nissan Mitsubishi ainda estuda outras maneiras de utilizar a Inteligência Artificial e Machine Learning em toda a sua cadeia. Apesar de não ter dado detalhes, Figaro comentou que uma iniciativa é entender como as tecnologias podem beneficiar também os fornecedores.

Já outra é o uso de telemetria em carros conectados para que clientes da marca consigam identificar algum problema ou saber o período de uma revisão do veículo. Além disso, há estudos com cidades inteligentes envolvendo tráfego em ambientes urbanos e rodovias.

“São iniciativas que estudamos ainda para entender quais são os modelos [de IA e Machine Learning] que poderíamos usar. Nosso desafio é que há uma deficiência de dados para nos levar aos melhores resultados, mas estamos testando hipóteses para trazer assertividade”, concluiu

Confira outros conteúdos sobre o Futurecom Digital Series Indústria:

Principais destaques desta matéria

  • Renault Nissan Mitsubishi utiliza Inteligência Artificial e Machine Learning para fomentar novos negócios.
  • Um deles é prever possíveis paradas nas máquinas, permitindo uma manutenção antes das operações serem interrompidas.
  • Outra ação: o uso de dados para tentar ajudar as concessionárias a compor o estoque de olho em vendas futuras.
  • Confira outras iniciativas da marca compartilhadas durante o Futurecom Digital Series Indústria.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER