Inteligência Artificial

Como empresas impulsionaram as vendas com o Machine Learning

18/09/2019

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Machine Learning pode trazer não só agilidade como também mais segurança para os negócios.

Machine Learning (ML) e Inteligência Artificial (IA) são duas apostas de tecnologias emergentes das empresas. Elas trazem alguns benefícios como: automação de processos, agilidade e foco na estratégia de negócios.

Recentemente, o Mundo + Tech trouxe 6 ferramentas de Machine Learning que podem impulsionar a eficiência operacional das empresas. Agora, reunimos alguns cases de companhias que criaram vantagem competitiva ao adotar soluções com essa tecnologia.

American Express

O uso de Machine Learning ajudou a American Express detectar fraudes em seus negócios a partir da análise dos dados de transações com os cartões emitidos pela empresa.

Isso foi possível porque o algoritmo de ML aprendeu o padrão de consumo dos usuários e, quando uma transação está fora da curva, cliente e American Express são notificados. O resultado é uma economia na casa de milhões.

Amazon

A Amazon criou algoritmos de Machine Learning para aprender mais sobre o consumidor e notificá-lo com ofertas personalizadas. A agilidade dessa personalização acontece porque a companhia roda o algoritmo na nuvem. Ou seja, com a Cloud Computing, é possível extrair um grande volume de dados de aplicativos que estão conectados.

Além disso, a solução de cloud da Amazon possui ferramentas de ML e IA que podem ajudar nesse caso de uso. Sem contar que o aprendizado de máquina requer muito poder de processamento e plataformas de hospedagem dedicadas nem sempre possuem energia para esse processamento. Na nuvem, é possível usar servidores para o algoritmo sem comprometer o orçamento.

Etsy

O site de e-commerce americano criou um sistema de recomendação a partir de algoritmos de ML que identificam padrões e classificam automaticamente as imagens dos produtos. O resultado foi um aumento na taxa de conversão ao indicar os itens que os usuários mais buscam na página da Etsy.

Segundo a Etsy, 80% das compras feitas após um cliente pesquisar um produto acontecem quando o resultado esperado aparece na primeira página. Após usar a tecnologia de Machine Learning do Google Cloud, o e-commerce teve um crescimento de US$ 260 milhões (R$ 1.06 bilhão) nas vendas brutas de mercadorias”

Para mostrar os melhores resultados na primeira página, a Etsy utiliza ML para analisar os resultados de todas as pesquisas de produtos nas últimas semanas. Essa análise permite que o algoritmo aprenda os padrões de compra dos clientes. Além disso, o e-commerce realiza testes A/B para comparar quais algoritmos trazem os itens mais relevantes.

N2B

A startup brasileira tem a qualidade de vida como seu core business e oferece um acompanhamento nutricional que analisa as fotos de pratos enviadas pelos usuários cadastrados na plataforma.

Até então, a N2B fazia um trabalho manual na identificação dessas imagens enviadas, mas ao usar um algoritmo de Machine Learning, ganhou agilidade na entrega: hoje são 500 pratos analisados por dia.

UPS

A UPS conseguiu diminuir o tempo entre a coleta de uma mercadoria e a entrega até o consumidor. Com ML, a empresa passou a escolher as melhores rotas de entrega ao analisar o tempo de percurso ou a qualidade das vias. Isso trouxe uma economia de US$ 400 milhões (R$ 1.6 bilhões) por ano.

FIQUE POR DENTRO: As principais linguagens de programação para os seus projetos de ML

Machine Learning como mais uma camada de segurança

Além de automatizar processos e ajudar na tomada de decisões, o Machine Learning também é um grande aliado no combate às ameaças cibernéticas.

O uso de ML e Inteligência Artificial pode proteger as informações privadas das empresas, cada vez mais presentes na nuvem, por três motivos:

  • Dados: o algoritmo de ML aprende com os dados que as empresas possuem. Quanto maior o volume de dados, mais o algoritmo vai entender um ou diversos padrões de supostos ataques ou invasões nos sistemas.
  • Padrão identificado: os ataques cibernéticos estão cada vez mais sofisticados e o Machine Learning pode ajudar na identificação de movimentações suspeitas, inclusive aquelas que são quase indetectáveis até mesmo para um sistema de segurança ou um colaborador humano.
  • Decisões assertivas: o grande volume de dados e a identificação de padrões vão ensinar cada vez mais os algoritmos de ML. Com toda essa bagagem, a solução da empresa que utiliza essa tecnologia vai ter mais agilidade e precisão na tomada de decisão, evitando perdas financeiras.

Previsões de IA e Machine Learning no Brasil

As empresas brasileiras estão mais adeptas ao uso de Machine Learning e de Inteligência Artificial. Um levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes) com a IDC mostra que 15,3% das organizações possuem alguma iniciativa com essas tecnologias.

O relatório projeta também um crescimento anual de 46,2% na adoção dessas tecnologias, com a taxa de crescimento anual composta (CAGR, em inglês) chegando a US$ 54 bilhões (R$ 220 bilhões) nos próximos dois anos. O estudo completo está disponível neste link.

Os principais casos de uso dessas tecnologias, segundo a Abes, serão:

  • Agentes automáticos de atendimento a clientes;
  • Análise e investigação de fraudes;
  • Automação de TI;
  • Diagnósticos e tratamentos de saúde.

Com esse cenário promissor, sua empresa já está pronta para o Machine Learning e Inteligência Artificial? O Mundo + Tech preparou um infográfico com dicas para você ter sucesso nos projetos que envolvem Inteligência Artificial.

Principais destaques:

  • Machine Learning (ML) impulsiona negócios ao trazer agilidade e automação;
  • Confira alguns casos de uso em que empresas utilizaram ML e IA para garantir vantagem competitiva.
  • No Brasil, pesquisa da Abes mostra que empresa já possuem alguma iniciativa com ML e Inteligência Artificial.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *