Cloud

Qual será sua estratégia de nuvem no novo normal?

23/06/2020

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Para um futuro pós-pandemia, CIOs e gerentes de TI vão focar estratégia de nuvem em migração de dados e transformação digital.

A computação em nuvem talvez seja considerada a tecnologia de 2020. Se os líderes de TI já tinham uma noção do potencial dela, a pandemia da COVID-19 fez muitos desses executivos repensarem a estratégia de nuvem de suas empresas.

É o que aponta um relatório divulgado pela Snow Software, companhia de inteligência e tecnologia. A pesquisa, com 250 líderes de TI em todo o mundo, destacou como as decisões de uso e investimento em nuvem evoluíram durante a crise.

Por mais que existam planos de retorno aos escritórios físicos, 60% dos entrevistados vão continuar aumentando o uso geral da tecnologia, enquanto 91% estão reformulando a estratégia de nuvem como resultado do cenário econômico atual.

Outra percepção da pesquisa foi sobre os impactos positivos trazidos pela adoção de soluções cloud, com 82% dos executivos afirmando melhores atitudes dos funcionários em relação à TI desde o início da pandemia.

“A pandemia da COVID-19 transformou a nuvem em um serviço essencial para muitas organizações”, disse Jay Litkey, vice-presidente executivo de gerenciamento de nuvem da Snow, em comunicado para a imprensa.

A estratégia de nuvem após a pandemia

Muitas organizações já possuíam soluções em nuvem, facilitando a virada de chave para o trabalho remoto ou até mesmo para manter a disponibilidade dos serviços. Mas, qual será o novo normal para empresas que ainda não tinham apostado na tecnologia?

Segundo a pesquisa da Snow Software, acelerar a migração da nuvem (45%), agilizar as iniciativas de transformação digital (41%) e examinar holisticamente toda a tecnologia para buscar eficiências (29%) serão as principais estratégias de nuvem durante e após a pandemia.

Lógico, avançar nos investimentos em cloud computing também traz alguns desafios. Enquanto 56% esperam aumentar os gastos com a tecnologia, um terço dos entrevistados buscam alguma flexibilidade em seus orçamentos.

Na prática, os líderes de TI deverão adotar uma abordagem abrangente para gerenciar a nuvem, descobrindo oportunidades para otimizar custos, enquanto continuam fornecendo a infraestrutura necessária para apoiar a força de trabalho e impulsionar a inovação.


Nuvem também mudou relação de funcionários e TI

Antes da pandemia, você sabe dizer como sua equipe lidava com a adoção de novas tecnologias e com a área de TI? Desde o home office, muitos colaboradores passaram a usar ferramentas de colaboração e/ou plataformas de videochamadas para trabalhar.

Porém, apesar de toda a incerteza no clima atual, 82% dos entrevistados disseram ter notado uma mudança positiva nas atitudes dos funcionários em relação à TI. De acordo com a pesquisa, os líderes de TI relataram que:

  • Os funcionários parecem mais satisfeitos com a estratégia do time de TI para garantir as operações desde o início da pandemia (49%).
  • Os colaboradores mostraram mais respeito pela equipe de TI (48%).
  • Tiveram noção de que a infraestrutura de TI é a responsável em manter uma empresa funcionando (43%).

Para esses executivos, os funcionários perceberam também o quanto as ferramentas digitais, na qual a maioria está hospedada em um ambiente de nuvem, são críticas em circunstâncias imprevistas.

Os aplicativos que “salvam vidas” durante a crise incluíram aplicativos de videoconferência (73%), de comunicação (65%), de negócios (57%), de mídia social (48%) e de entretenimento (44%), apontou a Snow.

Os impactos da nuvem no novo normal

A pesquisa da Snow Software não é, e nem será, a última análise analítica dos impactos da computação em nuvem nas empresas em períodos de crise. No entanto, ela mostra que, mesmo com o retorno aos escritórios, a tecnologia ainda será essencial para os processos.

Enquanto algumas empresas planejam trabalhar remotamente ao longo de 2020, muitas pretendem retornar ao escritório físico mais cedo com o apoio de serviços e aplicativos em nuvem implementados durante o trabalho remoto.

Mas, quando esses líderes esperam voltar ao escritório?

Para boa parte dos entrevistados (47%) somente quando a empresa tiver uma estratégia capaz de garantir a segurança e saúde dos colaboradores. E, ainda assim, mesmo que reabram as estruturas físicas, eles esperam que a empresa ofereça opções de trabalho em casa.


Principais destaques desta matéria

  • Estratégia de nuvem das empresas será diferente no período pós-pandemia.
  • Muitas devem acelerar a migração para a nuvem, assim como adotar a tecnologia para buscar eficiências.
  • Líderes esperam voltar ao escritório apenas quando as empresas tiverem uma estratégia segura de trabalho local.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *