Cloud

Como as soluções em Cloud da Embratel podem salvar a sua empresa durante períodos de crise

30/04/2020

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

Segurança, produtividade e resultado: entenda como as soluções em Cloud da Embratel podem ser aliadas do seu negócio durante a pandemia do coronavírus.

computação em nuvem é uma das tecnologias mais adotadas para escalar os negócios por garantir alta disponibilidade e segurança das aplicações. Se você precisa inovar as operações em tempo de coronavírus, as soluções em Cloud da Embratel vão te ajudar nessa jornada.

O motivo? A Embratel tem um portfólio completo de soluções em Cloud, com operação 100% no Brasil, em um ambiente seguro e estável. Ou seja, empresas de todos os setores podem se beneficiar da tecnologia para dar continuidade aos negócios.

Ainda mais quando a pandemia do coronavírus “forçou” uma transformação digital e exigiu das organizações a adoção estratégica de tecnologias. Neste momento, olhar para os serviços em nuvem é uma das prioridades.

Olhando para o cenário atual, o impacto econômico nas empresas que já apostam na tecnologia só não foi maior porque elas conseguiram virar a chave rapidamente, o que possibilitou, por exemplo, a adoção do home office sem tantas dificuldades.

Só em 2019, empresas de todo o mundo gastaram US$ 107 bilhões em serviços de infraestrutura de computação em nuvem, um aumento de 37% em relação a 2018, de acordo com a Canalys, empresa de análise de mercado de tecnologia.

Já a consultoria Gartner prevê que os gastos mundiais de soluções em Cloud atinjam US$ 266,4 bilhões neste ano, aumento de 17% em relação aos US$ 227,8 bilhões de 2019.

Por isso, neste blog post vamos explicar mais como a computação em nuvem vai transformar os negócios da sua empresa.


Como as soluções em Cloud da Embratel ajudam diversos setores?

Não importa se você precisa escalar as aplicações da sua empresa ou garantir a disponibilidade dos serviços. A computação em nuvem é a tecnologia mais adequada para essas demandas de urgência.

Aqui no Mundo + Tech você encontra um conteúdo com todas as informações sobre sistemas em nuvem que você precisa saber. Confira clicando aqui.

Abaixo, listamos quatro exemplos de setores ou atividades que podem se beneficiar com as soluções em Cloud da Embratel:

1. Call center

Empresas de call center também precisaram mudar as operações devido ao coronavírus. A solução Hosted Contact Center é uma plataforma em nuvem que permite que os agentes de atendimento trabalhem de forma remota.

Além da empresa pensar na proteção aos trabalhadores, fundamentais para manter a engrenagem do serviço funcionando, isso possibilita manter o atendimento a serviços essenciais aos cidadãos.

2. Governo

Entidades governamentais podem migrar milhares de dados para a nuvem. Foi isso que aconteceu na parceria entre Embratel e Ministério da Saúde.

A iniciativa faz parte do projeto de ter todo o histórico médico de cada cidadão em um prontuário eletrônico, com todos os dados unificados em um banco.

3. PMEs e serviços

Empresas desses setores podem se apoiar em uma solução multicloud, que explicaremos a seguir, para provisionar desktops e aplicativos virtuais ou remotos.

A plataforma vai simplificar o gerenciamento e autorizar usuários finais facilmente, reduzindo custos e gerando agilidade e mobilidade para as operações.

4. Varejo

O isolamento social fez aumentar o número de pedidos na internet (sites ou aplicativos). Se a infraestrutura do negócio está em um ambiente cloud, a empresa consegue suportar o grande número de acessos, gerando receita sem comprometer a disponibilidade dos serviços.

Lembrando que, como muitos sistemas e aplicações estão expostos na nuvem, sua empresa precisa reforçar ainda mais as camadas de segurança.

Por isso, é extremamente importante contar com soluções que preservam a segurança dos dados e afastam possíveis ataques cibernéticos. No site da Embratel você pode encontrar mais informações.

Os diferentes tipos de nuvem

Quando o assunto é computação em nuvem, é bem provável que aconteça uma confusão sobre os tipos de cloud capazes de dar suporte ao seu negócio. Nuvem pública ou privada? Híbrida ou multicloud?

As soluções em Cloud da Embratel, por exemplo, estão alocadas nos próprios servidores da companhia. Além do seu negócio ficar disponível 24 horas por dia, você tem a flexibilidade de pagar apenas pelos recursos utilizados, reduzindo gastos desnecessários do orçamento.

Mas, qual dessas opções é a essencial para o seu negócio? Vai depender do grau de maturidade da transformação digital da sua empresa.

Como identificar isso? Com o apoio de empresas como a Embratel, que podem indicar os caminhos para que você encontre a solução correta para a resolução do seu problema.

A seguir, você confere um resumo dos tipos de nuvem:

  • Nuvem pública: é um ambiente em que os serviços do fornecedor estão disponíveis para qualquer cliente. O provedor é responsável pela infraestrutura em nuvem, garantindo a operação do seu negócio sem desperdícios de recursos, gerando menor custo para a sua empresa.
  • Nuvem privada: é um ambiente com arquitetura própria. Ou seja, os serviços desse tipo de cloud são restritos apenas à sua empresa. Geralmente, a nuvem privada permite o controle total das operações e dados de uma companhia.
  • Nuvem híbrida: é a combinação de uma nuvem privada com recursos da nuvem pública. A nuvem híbrida permite o compartilhamento de dados e aplicações entre esses ambientes.
  • Multicloud: é o uso de duas ou mais infraestruturas de nuvem, ou públicas ou privadas, de diferentes fornecedores. Confira o nosso post sobre o tema clicando aqui.

Por que traçar uma estratégia cloud para o seu negócio?

Disponibilidade. Talvez seja o fator principal para ter uma estratégia cloud. Ainda mais em um momento em que diversos serviços precisam garantir a produtividade dos colaboradores em trabalho remoto e novas formas de receitas.

Priorizar a computação em nuvem na sua empresa pode garantir diversos benefícios, dentre eles:

  1. Redução de custo: provedores de soluções em cloud trabalham no modelo as a Service. Isso se traduz em duas vantagens: a primeira é que o fornecedor será o responsável por toda a instalação e operação do ambiente. A segunda é o preço flexível: você vai pagar somente pelo que usar, evitando o comprometimento do orçamento.
  2. Alta disponibilidade: soluções em nuvem podem ser acessadas a qualquer momento e de qualquer dispositivo conectado à internet. Então, o provedor vai ser capaz de suportar uma grande quantidade de acessos simultâneos na plataforma sem quedas no desempenho.
  3. Escalabilidade: durante picos de demanda, a tecnologia em nuvem vai conseguir aumentar a sua capacidade para manter os sistemas funcionando, reduzindo os custos com compra adicional de máquinas on-premise.
  4. Produtividade: olhando para o trabalho remoto, uma plataforma na nuvem vai permitir o acesso fácil e ágil a arquivos e outros documentos de uma empresa, assim como manter a qualidade de videochamadas e outros recursos.
  5. Segurança: embora os dados da empresa fiquem armazenados na nuvem, o provedor da solução conta com uma equipe de especialistas para prover backup dos dados, antivírus e outras proteções contra ataques e incidentes de segurança.

Você também pode conferir nossas 5 dicas para evitar erros na hora de apostar na computação em nuvem, isso poderá, inclusive, lhe auxiliar na tomada de decisão. Clique aqui para conferir.

O “motor” da computação em nuvem

Vale lembrar de um ponto importante na hora de traçar uma estratégia na nuvem para o seu negócio. O protagonismo da computação em nuvem neste momento só é possível porque ela está muito bem “conectada” à Terra. A disponibilidade de dados e aplicações não seria possível sem a evolução tecnológica do data center.

Este senhor de mais de 50 anos deixou de ser apenas um banco de dados eletrônicos para ampliar a segurança das soluções em nuvem, assim como as aplicações alocadas neste ambiente.

Se hoje você assiste a um webinar (como esse sobre segurança digital), trabalha de casa como se estivesse no escritório ou então faz uso de algum delivery, saiba que existe um bom data center rodando por trás.

“São eles que possibilitam a enorme quantidade de aplicações e sistemas rodando em cloud atualmente, não só das empresas em home office, mas também de órgãos de administração pública essenciais, como os da saúde”, afirmou Fernando Navarro, diretor de operações em Soluções Digitais da Embratel, ao jornal Valor Econômico.

Como já falamos, a pandemia do coronavírus forçou a migração do trabalho presencial para o remoto. Mas isso só é possível para aquelas empresas que investiram em um data center (próprio ou terceirizado) robusto, ágil e confiável.

“Nesse momento de crise, a nuvem só funciona bem porque existe por trás data centers capazes de dar conta de toda a enxurrada de acessos e tráfego de dados que precisamos rodar atualmente”, explicou o executivo.

Transforme o seu negócio com as soluções em Cloud da Embratel

A pandemia do coronavírus exige uma tomada de decisão ágil para as empresas. Neste cenário, a computação em nuvem aparece como tecnologia vital para empresas e governos que tentam funcionar em meio às incertezas trazidas pela crise.

Se a sua meta é manter a continuidade dos negócios, as soluções em Cloud da Embratel são ideais para fornecer produtividade, agilidade e otimização das operações da sua empresa, com toda a flexibilidade de um modelo as a Service, sem comprometer o orçamento.

Repassando o que vimos neste post

  • Computação em nuvem é a principal aliada das empresas durante a pandemia do coronavírus.
  • Soluções em Cloud da Embratel fornecem produtividade, escalabilidade e segurança nas operações.
  • Modelo as a Service garante preço flexível, sem comprometer o orçamento da empresa.
  • Confira exemplos de como soluções em nuvem podem ser aplicadas em vários setores.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *