Logo Embratel

Tudo sobre TI, Telecom e Mobilidade

Como a ciência de dados pode ser útil para o seu negócio

Como a ciência de dados pode ser útil para o seu negócio?

A ciência de dados vai trazer melhores insights para as empresas, melhorando a tomada de decisão e trazendo resultados mais dinâmicos.

Principais destaques:

  • Ciência de dados traz a análise de fenômenos reais a partir do grande volume de dados;
  • Empresas que investem na área garantem uma vantagem competitiva;
  • Quatro setores em que dados vão gerar insights e ajudar na tomada de decisão;
  • Entenda como a ciência de dados pode apoiar os negócios da sua empresa.

Empresas que investem na ciência de dados avançam na transformação digital e garantem um diferencial competitivo para seus negócios. Isso acontece porque ela fornece insights que vão ajudar as empresas na tomada de melhores decisões, na definição de metas, na identificação de oportunidades, além de outras vantagens.

Mas como sua empresa pode alavancar os negócios com insights específicos do seu setor de atuação?

Entendendo a ciência de dados

A ciência de dados pode ser explicada como um conceito para unificar estatística, análise de dados e outros métodos para entender e analisar fenômenos reais.

Para extrair as informações que vão impactar seus negócios, as empresas que adotam esse conceito usam matemática, estatística, ciência da informação, ciência da computação e o conhecimento de outras áreas.

Esse campo tem se tornado cada vez mais popular porque as empresas geram um grande volume de dados diariamente – o que chamamos de Big Data.

Para dar conta dessa demanda, tecnologias como Machine Learning ajudam as empresas a estruturar esses dados e analisá-los em tempo real.

A utilização de tecnologias para uma interpretação mais profunda dos dados e em tempo real é o que diferencia a ciência de dados de análises estatísticas.

Como a ciência de dados é importante para todos os negócios?

Hoje, todas as empresas geram dados de alguma forma, seja por suas redes sociais, e-mail, CRM ou outros mecanismos.

Com a ajuda de um cientista de dados, assunto já abordado pelo Mundo + Tech, as empresas vão transformar os dados em informações e gerar valor para os negócios.

A Maruti Techlabs, empresa líder de desenvolvimento de software na Índia, destacou quatro setores que podem se beneficiar com a ciência de dados:

Manufatura

A ciência de dados está criando uma indústria da manufatura orientada por insights. Um exemplo disso é a Ford. A fabricante tem feito análises dos dados para obter informações sobre o comportamento do consumidor e diminuir o tempo de produção dos veículos.

Como a Ford consegue isso? Com o uso de dispositivos de Internet das Coisas (IoT) em suas fábricas a sensores nos veículos. Nas fábricas, a montadora consegue prever as taxas de falha de um equipamento, otimizar o gerenciamento do inventário e o espaço de produção.

Além disso, a Ford tem usado IoT e ciência de dados para extrair insights que têm ajudado a empresa a diminuir o tempo de máquinas paradas, reduzindo custos e aumentando a eficiência da produção.

Varejo

O setor varejista é um dos que mais podem se beneficiar com a ciência de dados. A L’Oreal conta com cientistas de dados para analisar como os cosméticos da empresa podem afetar os vários tipos de pele dos consumidores.

Empresas do setor também podem utilizar os dados para garantir uma experiência do cliente positiva. Por meio de análises preditivas, as organizações podem proporcionar uma jornada de compra fluída apoiada em vários dispositivos (smartphone, notebook, por exemplo) e canais.

Analisar as resenhas de produtos, os registros de call center ou interações nas redes sociais permite que as varejistas tirem insights do mercado e tendências de consumo. O resultado é a criação de ofertas personalizadas ao cliente.

Outro benefício é o de gerenciar e rastrear o inventário em tempo real. Por exemplo, a ciência de dados combinada com GPS ajuda na otimização de rotas. Além disso, varejistas exploram dados estruturados e não estruturados para ter um suporte na análise preditiva de demanda.

Financeiro

Empresas do setor financeiro usam ciência de dados para criar modelos preditivos e simular eventos de mercado. Elas também investem em análise de sentimentos para acompanhar tendências, monitorar produtos lançados e melhorar a percepção da marca.

Automatizar o gerenciamento de crédito de risco é outra demanda do setor financeiro atendida com a ciência de dados. Instituições financeiras têm utilizado técnicas inovadoras de pontuação de crédito para fornecer pequenos empréstimos automatizados aos fornecedores.

Quem faz isso é o grupo Alibaba. Com um sistema online automatizado, a plataforma B2B avalia a classificação do cliente (donos de e-commerce que utilizam a plataforma do Alibaba), registro de transações, dados de pagamento e o site do e-commerce para saber se é possível a liberação de um empréstimo ao cliente.

A análise em tempo real dos dados ajuda no combate à fraude. Instituições podem considerar padrões de gastos, saldos de contas, detalhes de emprego e histórico de crédito para entender se as transações feitas por um cliente são válidas.

Outro benefício da ciência de dados aqui, novamente, é ajudar essas empresas a conhecerem melhor seus clientes. Isso permite oferecer produtos personalizados, executar campanhas de marketing relevantes e segmentar clientes para criar soluções específicas de acordo com o perfil deles.

Viagens

A ciência de dados vai permitir que empresas de viagens tenham uma visão de 360 graus de cada cliente. Com isso é possível? Com a combinação de dados das redes sociais, itinerários, análises preditivas, segmentação de comportamento e busca por geolocalização.

Se um cliente visita perfis de praias do Nordeste no Instagram, uma empresa de viagem pode segmentar uma campanha focada nesse usuário. A ideia é atrai-lo com ofertas que tragam descontos em voos para a região.

Outro cenário que se torna possível é prever e evitar dores de cabeça ao consumidor. Ao integrar dados em tempo real da viagem (sensores em veículos, por exemplo), tendências de reservas e dados comportamentais do cliente, as empresas podem garantir uma experiência positiva.

Por que sua empresa deve investir em ciência de dados?

Cada vez mais, as empresas querem extrair mais valor de seus produtos e serviços. Ao mesmo tempo, querem reduzir custos, mas sem comprometer a experiência de seus clientes e reputação da marca. A ciência de dados é uma grande aliada nesse sentido.

Não há uma fórmula única na hora de usar a ciência de dados. Mas a empresa deve ter em mente que, com ela, os negócios terão resultados cada vez mais dinâmicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *