Logo Embratel

Tudo sobre TI, Telecom e Mobilidade

O que os setores financeiro e de telecom podem te ensinar sobre transformação digital

O que os setores financeiro e de telecom podem te ensinar sobre transformação digital

Empresas desses dois mercados lideram a transformação digital, de acordo com um novo relatório da consultoria BCG.

Principais destaques:

  • Empresas de finanças e de telecom lideram transformação digital, segundo relatório da BCG;
  • Elas apostam, em projetos pilotos, na capacitação de colaboradores e recursos financeiros;
  • Confira 3 aprendizados que você pode levar para a sua empresa.

Os setores de finanças e o de telecom lideram a transformação digital, de acordo com o relatório “How Digital Champions Invest” da consultoria BCG.

A análise, divulgada no fim de julho de 2019, entrevistou 1.817 empresas de 27 países na Ásia, Europa e Estados Unidos.

Segundo a BCG, essas empresas investem agressivamente em esforços digitais. A consultoria identificou três características que impulsionaram a transformação digital nessas organizações:

  • OPEX: o Operational Expenditure (OPEX) é o capital utilizado para manter ou melhorar os bens físicos de uma empresa. E 72% das companhias de finanças e telecom têm investido mais de 5% dessas despesas operacionais em tecnologia;
  • Projetos pilotos: ao colocar em prática os projetos pilotos, 35% das empresas entrevistadas conseguem ter insights dessas soluções em desenvolvimento e criar novas estratégias baseadas nas informações extraídas.
  • Talentos digitais: 52% das empresas de finanças e telecom estão atraindo cada vez mais seus colaboradores para projetos de tecnologia. Cerca de 10% do quadro dessas companhias se dedicam full-time ao desenvolvimento de soluções digitais.

FIQUE POR DENTRO: CIO, CDO, CTO: 3 cargos quentes da transformação digital

A próxima transformação digital dessas empresas

A perspectiva de crescimento para as empresas de finanças e telecom é positiva. Como mostra o relatório da BCG, já existe uma maturidade digital nessas organizações.

Mas além disso, elas se preparam para expandir ainda mais, redirecionando 22% dos investimentos para as áreas de tecnologia (software) e TI (hardware) – DevOps, cibersegurança e IoT.

Quanto aos colaboradores, 77% dessas empresas querem expandir para 20% o número de funcionários trabalhando em projetos digitais nos próximos três anos.

Além dessa expansão para 20%, as companhias ainda preparam um programa de reciclagem de seu quadro atual de funcionários. Mais da metade das empresas ouvidas (51%) espera investir em novas competências e habilidades digitais para esses colaboradores.

Já para escalar os negócios, essas organizações acreditam que o tratamento de dados e a adoção de tecnologias podem ajudar nesse processo.

Das empresas entrevistadas, 63% já estão utilizando Inteligência Artificial (IA) e conhecendo o potencial da tecnologia. E, para se manterem competitivas, elas esperam investir nessas áreas (IA e dados) para focar o core business em personalização, jornada do consumidor e cadeia de suprimento.

O que sua empresa pode aprender com as de finanças e de telecom?

Empresas de finanças e da área de telecomunicações dominaram a transição de uma visão digital para a realidade digital. E este cenário pode estar presente em todos os outros setores.

A transformação digital é uma jornada diferente para cada mercado. Se você quer investir mais em inovação, a BCG cita três aprendizados tirados desses “campeões”:

  • Comece a investir em inovação: as empresas devem direcionar investimentos consideráveis para desenvolver uma área de tecnologia e TI. Isso irá escalar tecnologias como Inteligência Artificial, Internet das Coisas (IoT) e Blockchain no apoio de novos modelos de negócios digitais. Outro benefício é que essas tecnologias irão gerar eficiências no core business da empresa, trazendo economias que poderão ajudar a financiar a jornada digital.
  • Tenha uma ferramenta de talento digital: as empresas precisam de uma estratégia para recrutar talentos em meio à demanda por profissões que exigem novas habilidades, como Cientistas de Dados e Agile Coach. É preciso também desenvolver uma estratégia para reconhecer as competências e habilidades dos colaboradores que já estão na empresa para redirecioná-los ao cargo mais adequado de projetos digitais.
  • Seja uma empresa data-driven: as empresas devem investir em recursos de dados para digitalizar a jornada do cliente e desenvolver ofertas personalizadas a partir da adoção de tecnologias já citadas (IA, IoT e Blockchain). São inovações que irão criar ecossistemas poderosos em que será possível obter novas receitas e impulsionar uma verdadeira transformação digital.

Como afirma o BCG, as empresas precisam de uma estratégia clara e focada para lidar com as crescentes demandas digitais.

Quando a empresa é capaz de desenvolver essa estratégia, ela caminha para garantir uma transformação digital bem-sucedida.

Quer fazer parte desse time de campeões da transformação digital? A Embratel tem as melhores soluções para ajudar a sua empresa nessa jornada digital. Entre em contato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *