O que é preciso para os carros compartilhados ganharem as ruas?

Várias cidades do Brasil já sinalizaram o desejo de implantar sistemas de compartilhamento de veículos   Para que os carros compartilhados ganhem as ruas do Brasil, o que falta é matemática. Isso significa que é preciso encontrar uma fórmula de equilíbrio econômico e financeiro que viabilize a sua implementação. Os veículos são caros e, assim como com as bicicletas compartilhadas, é necessário o apoio de empresas patrocinadoras. Os sistemas de compartilhamento de veículos ...

LEIA MAIS

O que São Paulo precisa para se tornar uma Smart City?

  Digitalização e business intelligence são os caminhos para a metrópole latino-americana do futuro A evolução da tecnologia da informação nos últimos 10 anos modificou a maneira como as pessoas se relacionam em diversas áreas da sociedade. Os smartphones, a conexão quase permanente com a internet, a nuvem e a inteligência artificial estão transformando o modo como nos deslocamos, trabalhamos, mantemos as nossas amizades e nos comunicamos, por exemplo. Mas uma das ...

LEIA MAIS

IoT

A maneira como vivemos e trabalhamos está prestes a mudar. Ou melhor: já está mudando. A Internet das Coisas usa as informações que compartilhamos diariamente nos milhões de dispositivos conectados que temos hoje e as transforma em dados. O resultado disso? Uma revolução na nossa vida, que se torna mais prática e muito mais avançada. Quer saber mais sobre IoT?     Veiculado em: Exame - 01/10/2017

LEIA MAIS

O cérebro por trás da Internet das Coisas

Como o Edge Computing vai revolucionar os negócios e redefinir as estruturas de TI Até 2020, 30 bilhões de ‘coisas’ estarão conectadas em todo o mundo, segundo aponta o IDC, provedor de inteligência de mercado para o setor tecnológico. A iminente chegada da Internet das Coisas não muda apenas a forma como produzimos, cuidamos da saúde e tomamos decisões, ela também estimula o surgimento de uma nova estrutura tecnológica, o Edge ...

LEIA MAIS

Cidades Inteligentes

Nove em cada dez brasileiros viverão em áreas urbanas em 2030, segundo projeções da Organização das Nações Unidas. Hoje, essa proporção já está na casa dos 85%, de acordo com o censo do IBGE. Essa concentração populacional traz um enorme desafio para os gestores e apreensão para as pessoas diante dos problemas que acarreta. A boa notícia é que os avanços da tecnologia estão aí para ajudar a melhorar a vida ...

LEIA MAIS