Pesquisa da Nutanix mostrou que empresas sentiram impacto positivo nos negócios após a adoção da mescla entre nuvem pública e privada

Nuvem híbrida ganha destaque nas empresas, aponta relatório

Principais destaques:
– Empresas estão dispostas a implementar nuvem híbrida, informa relatório da Nutanix;
– 87% das pessoas entrevistadas para o relatório sentiram impacto positivo em seus negócios após a implementação da nuvem híbrida;
– Enquanto 91% acham que esse modelo é ideal para as empresas;
– De todos os entrevistados, 18% já utilizam nuvem híbrida. Número deve crescer para 41% nos próximos dois anos.

As empresas estão mais dispostas a adotarem a nuvem híbrida, aponta o relatório Enterprise Cloud Index Report (disponível em inglês) elaborado pela Nutanix, especializada em computação em nuvem. A pesquisa entrevistou 2.300 tomadores de decisão na área de TI em todo o mundo para entender quais os planos desses executivos na implementação de cloud pública, privada ou híbrida.

Esses tomadores de decisão olham a adoção da nuvem híbrida como um reflexo da automação e flexibilidade cada vez mais presente no cenário de TI. Os entrevistados citaram os desafios da interoperabilidade entre os tipos de cloud — ou seja, quando diversos sistemas trabalham em conjunto e de forma transparente — como um ponto a considerar sobre a solução híbrida.

O relatório da Nutanix apontou também que a migração de aplicativos, gerenciamento consolidado de nuvem e a capacidade de expansão para suportar períodos de alta demanda são alguns fatores considerados na decisão em adotar a nuvem híbrida nessas empresas. Para 87% dos entrevistados, essa solução tem um impacto positivo nos negócios, enquanto 91% acham que o modelo híbrido é ideal para as organizações.

Previsão da nuvem híbrida para os próximos anos

Segundo o relatório, dos 2.300 entrevistados, 18% já utilizam algum modelo de nuvem híbrida. Mas esse número deve aumentar para 26% em até um ano e para 41% nos próximos dois anos. A tendência, analisou a Nutanix, é a de que as empresas consigam cada vez mais trabalhar a mobilidade das aplicações entre nuvem pública e privada e não mais manter várias nuvens públicas.

Um dos motivos dessa transição para a nuvem híbrida é o gasto orçamentário com a versão pública. O relatório mostrou que as organizações entrevistadas utilizam 26% do orçamento anual de TI com a solução que, em dois anos, deve crescer para 35%. Isso porque as empresas nem sempre conseguem prever os gastos com a nuvem pública, o que as levam a migrar para a nuvem privada para ter melhor visibilidade e controle sobre os custos de TI.

E por que elas buscam a nuvem híbrida?

Para a Nutenix, as empresas estão percebendo que usar a nuvem híbrida supre as necessidades da empresa, já que essa solução possibilita a interoperação dos aplicativos e componentes entre essas clouds. Os recursos de nuvem híbrida também constituem uma necessidade crescente no ambiente de negócios. “As empresas querem a liberdade de provisionar e gerenciar dinamicamente os aplicativos com base nas necessidades de seus negócios”, concluiu o relatório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *