Campus Party Brasil tem AI, Cidades Inteligentes e Blockchain no primeiro dia

Campus Party Brasil tem AI, cidades inteligentes e blockchain no primeiro dia

A Campus Party Brasil chega em sua 12º edição e, até o dia 16 de fevereiro, vai trazer as principais novidades sobre inovação, tecnologia, empreendedorismo e cultura maker.

No primeiro dia do evento, que acontece em São Paulo (SP), as palestras abordaram temas como blockchain, cidades inteligentes, inteligência artificial (AI) e omnichannel.

O Mundo + Tech acompanhou alguns workshops e apresentações do primeiro dia “cheio” da Campus Party Brasil. Confira alguns assuntos abordados pelos palestrantes:

Blockchain

Já trouxemos alguns conteúdos sobre blockchain aqui no Mundo + Tech. O modelo descentralizado dessa tecnologia garante uma camada a mais de segurança para as empresas, já que os dados são distribuídos em blocos criptografados e, para manipulá-los, é preciso alterar todos.

O que torna uma invasão ao sistema praticamente impossível, segundo Rodrigo Digital, criador do canal no YouTube Dash Dinheiro Digital, e palestrante na Campus Party Brasil. “Um hacker precisa gastar uma média de US$ 3 bilhões em energia computacional para conseguir manipular toda a rede”, garante. “É um valor que não compensa, já que uma bitcoin vale pouco mais de US$ 3 mil”.

Inteligência artificial para mostrar o melhor de nós

“A tecnologia não é ruim, mas sim as aplicações que as usam”. Quem afirma é Poppy Crum, PHD em neurociência e cientista-chefe na Dolby Laboratories. Em sua palestra, ela defendeu o machine learning e inteligência artificial para atuar na prevenção de doenças, transtornos e distúrbios como a esclerose múltipla.

Ela citou a neuroplasticidade (capacidade do sistema nervoso em se adaptar e se moldar quando é sujeito a novas experiências) como um dos fatores para o uso dessas tecnologias. “Por meio de sensores no ambiente, os dispositivos irão saber mais de nós que nós mesmos”, afirma. “O que precisamos é de regulações e legislações para essas novas tecnologias, para que elas tenham ética”.

A nova onda do omnichannel

Engana-se quem pensa que as lojas físicas têm prazo de validade. Cada vez mais as marcas integram o comércio online e offline para trazer uma experiência mais personalizada ao consumidor. “As empresas precisam ver o omnichannel como uma integração de todos os seus canais e que a tecnologia é o meio para isso, enquanto o fim é o cliente feliz com a compra”, comentou Fabíola Paes, especialista em varejo e uma das fundadoras da Neomode, startup com foco em omnichannel.

As empresas, segundo a especialista, precisam ver “suas lojas físicas como minicentro de operações para agilizar o processo de compra do consumidor”. Ela afirma também que o varejo está num período de “Commerce Relevancy”. “O cliente vai deixar de receber ofertas superficiais para ter um atendimento mais personalizado a partir do CPF”, explicou.

Cidades Inteligentes

O tema “Cidades Inteligentes” já é discutido há anos. No Brasil, uma parceria com a União Europeia trabalha na implementação de soluções em Brasília, São Paulo e outras capitais. Mas para isso acontecer, foi preciso dar dois passos para trás.

“Sabíamos dessa demanda e, em 2012, iniciamos o Projeto Cidades Digitais. O objetivo era constituir redes digitais locais de comunicação nos municípios, promover a produção e oferta de conteúdos e serviços digitais para facilitar a apropriação das TIC pela gestão pública local e população”, disse Wilson Diniz Wellisch, diretor do departamento de inclusão digital do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC)

Em 2019, o MCITC espera abrir um edital de Cidades Inteligentes. “Queremos criar um projeto-piloto. Não que ele vá atingir todas as cidades num primeiro momento, mas a ideia é implementar esse modelo em outras num futuro”, concluiu o diretor.

A Campus Party Brasil segue até dia 16 de fevereiro no Expo Center Norte, em São Paulo. Mais informações sobre a feira estão disponíveis no site oficial.

Serviço
Campus Party Brasil
Até 16 de fevereiro
Expo Center Norte (Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme)
Mais informações:
site oficial

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *