A caminho dos smartcars

O gurus da tecnologia são categóricos: os carros, como os conhecemos hoje, vão mudar mais nos próximos anos que em toda a história, desde 1886, que é considerado o ano do nascimento do automóvel moderno, com o alemão Benz Patent-Motorwagen. Tudo graças à combinação de IoT (internet das coisas) e inteligência artificial.

Não se trata apenas da possibilidade de carros autônomos, que se locomovem sem a necessidade de um motorista. Assim como os telefones evoluíram para smartphones, haverá os smartcars, ou carros totalmente conectados, capazes de enviar e receber dados de e para os mais variados sistemas, sejam as montadoras, controles municipais de tráfego, concessionárias de rodovias, seguradoras, redes de postos de combustível e também outros veículos.

Tudo a favor da redução de acidentes e da emissão de poluentes e de um tráfego mais amigável.
Muito já está em desenvolvimento, e o Brasil está em meio a essa revolução. A Embratel é líder em tecnologia para carros conectados no país. Sua solução de IoT (internet das coisas) para veículos já está instalada em mais de 550 mil veículos.

Com o uso de um eSIMCard (chip) já é possível o acionamento automático do socorro e do resgate em caso de acidentes. Há serviço de rastreamento, quando ocorrem roubos ou furtos, e também o monitoramento de dados do veículo para determinar o momento de manutenção.

O futuro já está nas ruas.

Veiculado em: Folha de São Paulo - Ago/18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *